Instituto Brasil Solidário
Instituto Brasil Solidário
English Version Site em Português Nossas fotos no Flickr Siga-nos no Twitter Curta nossa página no Facebook
Área Restrita Área Restrita
Como Ajudar
13/10/2020

Educadores de escolas públicas de 13 municípios da região do Vale do Jaguaribe recebem formação (EaD) gratuita de educação ambiental

“A proposta, promovida pelo Consórcio de Resíduos Sólidos do Vale do Jaguaribe, com realização do Instituto Brasil Solidário, pretende mobilizar atividades práticas com reaproveitamento de materiais e mobilização da coleta seletiva nas escolas”

A educação ambiental sendo trabalhada de forma multidisciplinar, com atividades para além dos muros da escola, e com todas as orientações para elaboração de aulas remotas dinâmicas e criativas!

Em uma iniciativa do Consórcio de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos do Vale do Jaguaribe – CGIRS-VJ, com realização do Instituto Brasil Solidário, os educadores da rede pública de ensino de 13 municípios da região, terão a oportunidade de participar de uma capacitação gratuita de educação ambiental, no modelo EaD (Ensino à Distância), que será realizada a partir do dia 14 de outubro e segue até o dia 16 de novembro, com vagas abertas para professores, diretores escolares, coordenadores pedagógicos e técnicos das secretarias de educação e meio ambiente dos municípios atendidos.

A formação atende educadores dos municípios de Alto Santo, Ereré, Iracema, Itaiçaba, Jaguaruana, Limoeiro do Norte, Morada Nova, Palhano, Potireta, Quixeré, Russas, São João e Tabuleiro do Norte, que podem fazer sua inscrição através do Consórcio de Resíduos Sólidos do Vale do Jaguaribe.

A proposta, envolve ainda a utilização de 500 Kits “Práticas de Educação Ambiental”, alcançando todas as escolas dos municípios beneficiários do projeto. A coletânea, desenvolvida pela equipe de educadores do Instituto Brasil Solidário, conta com modelos de planos de aula, sequências didáticas e o passo a passo para a construção de tecnologias socioambientais, utilizando materiais reaproveitados e de fácil acesso na escola e comunidade.

Entre as práticas exitosas encontradas no material da coletânea, estão exemplos de atividades lúdicas e criativas, com instruções para a construção de forno solar, lâmpadas solares, filtros de águas cinzas, oficina de reciclagem de papel, até técnicas de compostagem e implementação de uma horta escolar, além de um projeto de inclusão para a coleta seletiva na escola, com instalação de coletores sustentáveis e a parceria com Prefeitura e Associação de Catadores dos municípios.

Segundo o Secretário executivo do CGIRS – VJ, Vangerre Maia, a iniciativa chega para atender uma demanda importante do trabalho promovido pelos consórcios em todo o Brasil, com foco em alcançar as metas estabelecidas pela Política Nacional de Resíduos Sólidos, instituída pela Lei Federal n° 9.795, que prevê que sua execução deva acontecer de maneira não-formal e formal e, com ações interdisciplinares, sendo mobilizadas em escolas e comunidade.

“O material do Kit Práticas de Educação Ambiental, possui uma proposta muito rica em atividades que podem ser elaboradas de forma efetiva dentro da escola e com impacto na comunidade, o material será entregue em todas as escolas dos 13 municípios atendidos pelo CGIRS-VJ, e com a formação, entendemos que será um passo importante que deverá repercutir no contexto escolar para a conscientização sobre a coleta seletiva e os cuidados com o consumo e destinação correta dos resíduos sólidos”, pontua.

Durante esse período do distanciamento social, as ações de coleta seletiva precisaram se adaptar a todas as medidas de segurança, principalmente, para os profissionais que estão na linha de frente, com atividades realizadas diretamente com a comunidade. Reforçando os cuidados e a parceria com o CGIRS-VJ, o Instituto Brasil Solidário, fez uma doação de 235 máscaras no modelo “face shield”, para os catadores de materiais recicláveis das associações dos 13 municípios, que seguem na ativa, promovendo ações educativas e de coleta em toda a região.

 

Ações IBS no CE

O Instituto Brasil Solidário possui atuação histórica de atividades de Educação Ambiental em várias cidades do Ceará, com ações multiplicadas em municípios como Crateús, Tamboril, Beberibe, Pindoretama, Cascavel, Tianguá, Ubajara e Jijoca de Jericoacoara, através das oficinas do Programa de Desenvolvimento da Educação – PDE, que trabalha ações interdisciplinares com reaproveitamento de materiais e o incentivo à coleta seletiva envolvendo mobilização em toda a comunidade escolar.

As propostas são apresentadas com oficinas práticas de teatro, leitura, pintura e até espaços de saúde, como um escovódromo sustentável, sendo construído com paletes e materiais de fácil acesso na escola e comunidade, iniciativas que estão presentes no Kit “Práticas de Educação Ambiental”, doado para as escolas públicas beneficiários dos projetos do IBS.

Entre as ações de destaque e forte impacto social no Ceará, está a proposta do LEVE – Local de Entrega Voluntária Escolar, uma tecnologia social reconhecida pela Fundação Banco do Brasil e que conquistou o Prêmio Pró-Catador, em 2013, pelo Governo Federal, por proporcionar uma mobilização que une escola, gestão pública municipal e associação de catadores de materiais recicláveis, com instalação de coletores sustentáveis em todas as escolas e geração de renda para os catadores locais.

 

SERVIÇO

Formação (EaD) de Educação Ambiental

Data: 14/10 a 16/11 (Segundas e quartas-feiras)

Horário: 09h às 10h30

Municípios atendidos: Alto Santo, Ereré, Iracema, Itaiçaba, Jaguaruana, Limoeiro do Norte, Morada Nova, Palhano, Potireta, Quixeré, Russas, São João e Tabuleiro do Norte.

 

Mais informações:

Gabriela Martins – Assessora de Comunicação do Instituto Brasil Solidário

Telefone: (85) 9 99227266

  • Nossas fotos no Flickr Siga-nos no Twitter Curta nossa página no Facebook
Instituto Brasil Solidário - IBS
Todos os direitos reservados. Favus Design For Business.