«

»

POR QUE ARBORIZAR A SUA RUA?

plante              Quem não acha bonito uma árvore? Elas sempre são recebidas pelo nosso olhar com simpatia, e tornam o ambiente em que se encontram mais agradável, mais bonito e, como se diz, mais natural.

            Já foi dito: “Há uma pedra no caminho”, querendo-se anunciar que há empecilho a ser resolvido, quando se quer atingir determinado objetivo. Mas, com esta mesma conotação, nunca se ouviu alguém dizer que “há uma árvore no caminho.” Penso que isso deve-se à universal admiração que temos por elas.

            A presença de árvores ou arbustos em logradouros públicos – praças e avenidas – é bem vinda. Remetem-nos à nossa ligação primordial com as florestas, e nos lembra de que, em nossa origem,  não somos filhos de selvas de pedras; que o nosso vínculo com a natureza ainda não se rompeu por inteiro (e não se romperá, porque nós próprios somos natureza, sem dúvida).

            Mas as nossas plantas urbanas não distribuem somente beleza e lembranças de vínculos. Nos dias quentes elas acolhem transeuntes exaustos e lhes oferecem sombra fresca, em contraposição à temperatura às vezes escaldante do seu entorno. Quem não sente essa diferença? A árvore tem a propriedade de refrescar o ar que está próximo de sua copa ou fronde. Em resumo, esse fenômeno ocorre da seguinte maneira: como se sabe no meio científico, as plantas – e de resto os arbustos e as ervas – transpiram, como o fazemos nós, humanos, e transpiram muito. Para citar um exemplo, uma mangueira frondosa lança na atmosfera, em dia quente, de 100 a 150 litros  de água convertida em vapor, além de pequena evaporação de eventual lâmina de água existente na superfície de suas folhas. Assim, o processo completo de perda de água dos vegetais é o que cientificamente chamamos de evapo-transpiração.

            Pois bem. Pesquisas experimentais constataram que para cada mililitro de água perdido para a atmosfera pelo processo de evapo-transpiração, a planta retira cerca de 539 calorias (cal) do ambiente próximo. Caloria é calor, energia. Por isso é que, debaixo de uma árvore, a gente sente um alívio, em dia quente, não se deve, apenas, à sua sombra. É mais por conta do calor retirado do ambiente próximo. Portanto, o conjunto de plantas ornamentais de uma cidade termina refrescando-a, também, e quanto mais plantas existirem, mais agradável é o clima urbano.

            Ao escolhermos uma espécie arbórea para plantarmos em frente à nossa casa, alguns pré-requisitos devem ser levados em conta, como copa bem formada, crescimento relativamente rápido e, principalmente, profundidade de suas raízes, para se evitarem afloramentos radicais, que podem destruir calçadas, pavimentações de ruas e até causarem rachaduras em edificações mal estruturadas.

            A Secretaria de Meio Ambiente de Irecê, pode auxiliar pessoas na escolha de árvores a serem plantadas em nossa cidade. Vamos arborizá-la?

Nilton Rodrigues

Engº Agrônomo e Professore de Ciências da Escola Municipal Luiz Viana Filho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


× cinco = 15