«

»

jun 18

Contos africanos auxiliam alunos a lerem e produzirem melhor

 

Abaixo anexamos um projeto elaborado e desenvolvidos pelos professores e alunos das quartas series. O resultado foi apresentado esta semana e as fotos provam o quanto foi prazeroso desenvolver cada uma das sequencias previstas no projeto.

 

PROJETO CONTOS AFRICANOS

JUSTIFICATIVA

Os contos africanos foram deixados pelos povos da África como cultura oral – onde os anciões das tribos eram valorizados justamente por conhecer muitas histórias, ter um rico conhecimento popular e transmiti-los aos mais jovens. As heranças deixadas por eles foram trazidas para o Brasil com a vinda dos escravos, e até hoje, temos a influência cultural africana, possibilitando o resgate dos personagens e suas histórias tão importantes que muitas vezes ficam esquecidos.

Ensinar as crianças a escrever bons textos é um desafio para se atingir a qualidade na produção textual. Para que possam escrever com autonomia é preciso oferecer condições de leitura e escrita. Assim, o Projeto Contos Africanos pretende possibilitar às crianças oportunidades de ler as diferentes versões de um conto, reconhecendo a leitura como fonte essencial para produzir bons textos, participar de rodas de leitura, discussão, atuar diretamente como co-autor nos processos de textualização: planejamento, reescrita, revisão, reconhecendo a importância de conhecer textos bem escritos para fundamentar sua própria versão.

Dessa forma, a reescrita de contos favorece o desenvolvimento de comportamentos leitores e escritores, a percepção de elementos da linguagem escrita, percebendo elementos da estrutura de textos lingüísticos e discursivos e avançando com relação ao domínio das normas da Língua Portuguesa. Além disso, as crianças também terão oportunidade de produzir uma coletânea de contos para apresentar e ler nas turmas do fundamental I ciclo I.

 

OBJETIVOS

 

  • Valorizar a cultura e a identidade como sujeito inserido na própria história;
  • Reconhecer a leitura como fonte essencial para produzir bons textos;
  • Apropriar-se do gênero textual conto africano;
  • Conhecer diferentes versões;
  • Relembrar a seqüência dos fatos e itens que farão parte da reescrita;
  • Reconhecer que reescrita não é copia;
  • Tomar o planejamento como guia;
  • Reescrever uma nova versão a partir do texto fonte;
  • Desenvolver comportamentos escritores;

 

ORIENTAÇÃO DIDÁTICA – 1

 

  • Informar aos alunos sobre o projeto de reescrita de contos africanos, para fazer uma coletânea para presentear na turma do ciclo I do Ensino Fundamental;
  • Selecionar com a turma três contos lidos anteriormente para compor o a coletânea;
  • Trazer para a roda de leitura algumas versões do conto, fazer leitura, em seguida propor que faça reconto para se familiarizarem e apropriar do enredo da historia;
  • Fazer quadro comparativo com alguns critérios (início, descrição dos personagens, ambientação).

 

ORIENTAÇÃO DIDÁTICA 2

 

  • Relembrar a proposta de trabalho, decidir quais das versões será reescrita;
  • Fazer o planejamento coletivo, organizando o que vai escrever (seqüência dos fatos, descrição da ambientação, dos personagens) registrar em cartaz.
  • Reescrever a história coletivamente seguindo o planejamento, deixando claro para os alunos que reescrita não é cópia, que esta é uma versão deles, e deverão pensar em elementos que encantam o leitor. Neste momento deve-se consultar o planejamento controlando as informações que precisam estar presentes, organizando-as adequadamente linguagem-falada escrita, exemplo marcas da oralidade, repetições.

ORIENTAÇÃO DIDÁTICA 3

  • Reavisando o texto produzido:
  • Reler o texto discutir com a turma aspectos que precisam ser revisados;
  • Realizar leitura de contos ou trechos que apresentam elementos como de descrição de personagens, ambientação, sinais de pontuação, expressões que provocam emoções;
  • Levar para a sala trechos de textos bem escritos que contenham sinais de pontuação (dois pontos, travessão ponto final) levá-los a observar em quais situações esses sinais aparecem;
  • Criar regras para seu uso, registrar em cartaz.

 

ORIENTAÇÃO DIDÁTICA 4

 

  • Fazer leitura das versões do novo conto que será reescrito propor que escolham a versão que acharem mais interessante, fazer o reconto;
  • Elaborar coletivamente o planejamento da produção (seqüência dos fatos, sinais de pontuação, dois pontos, travessão, ponto final, margem).

 

ORIENTAÇÃO DIDÁTICA 5

 

  • Propor que em trios reescrevam o texto. A professora observará as produções relembrando o que planejaram;
  • Selecionar uma das produções (bem escrita) para compor a coletânea.

 

ORIENTAÇÃO DIDÁTICA 6

 

  • Selecionar as produções, observando quais aspectos precisam ser analisados (todos já trabalhados ao longo do projeto);
  • Continuar trazendo bons modelos que contemplem essas necessidades (caso seja necessário) para fazer análise com a turma.

 

ORIENTAÇÃO DIDÁTICA 7

 

  • Ler para os alunos versões do último conto escolhido, fazer reconto, fazer o planejamento coletivamente relembrando todos os aspectos estudados anteriormente.

 

ORIENTAÇÃO DIDÁTICA 8

 

  • Propor a reescrita individual do conto, a pró fará as possíveis intervenções;

 

ORIENTAÇÃO DIDÁTICA 9

  • Selecionar os textos para a coletânea.

 

ORIENTAÇÃO DIDÁTICA 10

  • Realizar montagem da coletânea.

 

ORIENTAÇÃO DIDÁTICA 11

  • Organizar com os alunos como e quando será a visita à turmas do Ensino Fundamental I do ciclo I, como se apresentar e explicar a proposta deles para os ouvintes.

 

AVALIAÇÃO:

O projeto Contos Africanos será avaliado durante todo o processo nas formas: indireta (com observação na participação das produções coletivas) e direta (nas produções individuais). Também será feita em coletividade com os outros professores envolvidos fazendo ajustes necessários partindo de observações feitas durante as aulas e auto avaliação.

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *