«

»

Minha História IBS: Daniel Rocha

Daniel Rocha, aluno das ações IBS de 2004, hoje segue transformando a realidade de crianças e jovens do Ceará, em projeto social de esporte e sustentabilidade
Daniel -02“O estudante de Educação Física, Daniel Rocha, hoje com 24 anos, tem um projeto social na Praia do Cumbuco, no Ceará, onde desenvolve atividades com esporte e educação ambiental inspiradas nas ações do Instituto Brasil Solidário”
Daniel -01Uma ação social inspirada numa iniciativa que começou há 15 anos, em sala de aula, com atividades de arte, desenho, pintura e educação ambiental! Daniel Rocha, tinha 09 anos de idade quando participou pela primeira vez das oficinas práticas do Instituto Brasil Solidário, que chegava na região do Cumbuco, no Ceará, em 2004, junto com as atividades do Rally dos Sertões.
O estudante se encantou pela Oficina de Pintura e Desenho, além das atividades de educação ambiental, mas o que deixou Daniel ainda mais entusiasmado, era o impacto que aquelas formações causavam em sua comunidade, envolvendo pais, alunos, educadores e os próprios moradores da região.
Daniel -03 “Sabe uma areia branquinha da praia sem pegadas, e quando você passa e vira as costas, você consegue ver várias pegadas? Eram assim as ações do Instituto, eles iam para lugares que ninguém tinha notado, e traziam cores, transformavam vários espaços com a leitura, com as ações sustentáveis, então essa dinâmica e a metodologia que eles trabalhavam acabava atraindo as pessoas, mobilizando toda a comunidade, e isso sempre me chamou muita atenção”, lembra, Daniel.
Depois dessa primeira experiência, Daniel não quis mais deixar de acompanhar as ações sociais realizadas em sua cidade, voltando a participar de mais três iniciativas fomentadas pelo Instituto Brasil Solidário em sua região. A oportunidade, permitiu uma visão mais ampla das propostas para trabalhar a educação ambiental, envolvendo vários eixos educacionais, incluindo a produção de um jornal escolar, de uma horta comunitária, e em sua última participação, no projeto “Escolas Sustentáveis para o Futuro”, realizado em 2016, as técnicas aprendidas na primeira Oficina de Arte e Desenho, foram mais uma vez resgatadas e expostas nos muros da comunidade numa bela pintura em grafite, que trouxe mais uma forte mensagem sobre a importância dos cuidados com o meio ambiente.
Daniel -04Nesse mesmo ano, os moradores da Praia do Cumbuco, ganhavam não só um mobilizador social, mas um grande agente de transformação, que abraçaria mais um desafio à frente do “Projeto Fut Cumbuco”. A iniciativa, que conta com o apoio do Instituto Brasil Solidário, atualmente consegue atender mais de 70 crianças e jovens da região, promovendo atividades de esporte e sustentabilidade.
“A Praia do Cumbuco é conhecida como umas das mais lindas do Estado, infelizmente, o descaso com a destinação do lixo, fez com que nossa praia fosse desvalorizada e mal aproveitada. Pensando nisso, nós resolvemos trabalhar com as crianças a conscientização de que temos que cuidar não só do próximo, que sempre falamos sobre os valores e o respeito ao outro, mas também cuidar da nossa casa, da nossa comunidade, e muitas das ações de educação ambiental surgiram das ideias que vi no IBS”, enfatiza Daniel.
Daniel -05Entre as atividades realizadas no projeto, os alunos fazem um mutirão de limpeza todos os meses, que acontece sempre após uma palestra sobre sustentabilidade, abrindo espaço para um diálogo sobre como contribuir com a destinação correta do lixo e a importância da coleta seletiva no bairro. A reutilização de materiais que iriam para o lixo, também já foi tema das atividades da turma de forma prática e participativa, onde os alunos, junto com os moradores da comunidade, montaram um espaço lúdico, cheio de cores e criatividade dentro da escola da região, utilizando materiais como pneus velhos, canos de PVC e paletes coletados na própria comunidade.
Diante do lindo trabalho que já vem se tornando uma referência com impacto efetivo para os moradores da Praia do Cumbuco, os alunos do projeto também irão participar de outras ações promovidas em parceria com o Instituto Brasil Solidário, desenvolvendo tecnologias sustentáveis já fomentadas em escolas de todo o Brasil.
“Posso dizer, que o Instituto foi como se fosse uma árvore, que dessa árvore caiu uma sementinha, que agora está germinando junto a outros alunos, num modelo de esporte e sustentabilidade, e que pretende também ser fonte de inspiração para muitas outras iniciativas que ajudem a construir um Brasil mais solidário e sustentável”, ressalta Daniel, que também é instrutor de Kitesurf na região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


quatro × 8 =