«

»

Minha História com o IBS: Bianca Aires, de Cabaceiras/PB

 

Bianca Aires, de Cabaceiras/PB, hoje atua como educadora inspirada nas formações que participou do Instituto Brasil Solidário

“A educadora Bianca Aires, hoje com 22 anos, se encantou com a educação e despertou a paixão pela Pedagogia depois de participar das oficinas do IBS nos tempos de estudante e ver sua escola transformada com metodologias dinâmicas e criativas”

Bianca tinha 13 anos quando participou das oficinas práticas do Instituto Brasil Solidário – IBS na Escola Abdias Aires de Queiroz, em Cabaceiras/PB. O ano era 2009, e o Instituto levava para a escola a semana de formações que oferece oficinas em diferentes eixos temáticos, envolvendo desde o incentivo à leitura, educomunicação, educação ambiental, saúde e empreendedorismo.

A estudante que estava terminando o ensino fundamental II, se engajou na oficina de fotografia e tentava acompanhar o movimento de todas as outras formações. “Os nossos professores, as aulas na escola mudaram completamente depois do Instituto, antes nós íamos para a escola quase empurrados, depois que mudou a metodologia, com aulas mais interessantes e criativas, os alunos passaram a gostar de estar na escola, essa mudança foi muito importante para mim, principalmente, na minha escolha profissional”, ressalta Bianca.

Por conta das aulas de educomunicação, Bianca procurou outros cursos e participou de formações voltadas para a produção de documentários, chegou a planejar fazer a faculdade de artes e mídias, mas seguiu a paixão pela pedagogia e fez uma pós-graduação em artes, que só veio agregar a vontade de lecionar de forma dinâmica e participativa com seus alunos em sala de aula.

Bianca -02“O Instituto foi simplesmente um divisor de águas na minha escola e também na minha vida, foi através das oficinas, das novas propostas de metodologia que impactou no ensino da escola, que fui me apaixonando pela educação e consequentemente pela pedagogia”, disse Bianca Aires.

Além da influência profissional, a educadora ressalta que as oficinas de educação ambiental geraram impacto direto em toda a comunidade escolar, contribuindo para a conscientização sobre os cuidados com o meio ambiente e a mudança de hábitos mais sustentáveis. “Eu não posso esquecer de como mudei meus hábitos por conta das oficinas de educação ambiental que o Instituto implementou de forma bem mais atrativa, eu passei a enxergar o meio ambiente de outra forma, agradeço demais por tudo que eles fizeram em nossa escola”, enfatiza.

Bianca -01Este ano, Bianca começou a lecionar na Escola Maria Neuly Dourado, em Cabaceiras/PB, e já tem colocado em prática muitas das atividades multiplicadas pelas oficinas do Instituto. Ela já proporcionou aos seus alunos o contato com o teatro de sombras, engajou a turma na produção de um documentário sobre a água e, para o Dia das Crianças, ela planeja uma aula de teatro de fantoches e produção de brinquedos com material reciclado.

E toda essa criatividade e dedicação, conta ainda com o apoio da escola onde Bianca atua como educadora, a Escola Maria Neuly Dourado é um grande exemplo de escola multiplicada pelas ações IBS e que tem fomentado atividades lúdicas, interativas e com envolvimento de toda a comunidade escolar!

O Instituto só tem a agradecer e parabenizar o trabalho de educadores como a Bianca e de escolas como a Maria Neuly Dourado. Nossa gratidão e muito orgulho do trabalho de todos vocês!

Juntos Construímos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


+ sete = 15