«

»

Escola Rural de Itapicuru – produção de textos em Matemática é possível

A Matemática deve ser trabalhada intercalada com as demais disciplinas para facilitar a construção dos conhecimentos através da interação. Assim, leitura e escrita são processos indissociáveis para trabalhar a matemática na sala de aula, uma vez que não se tem como separá-las desse processo.

Para trabalhar com  o conteúdo algarismos e números os alunos escolheram um algarismo para contar uma história seguindo  um roteiro para produzir um conto. Nesse sentido, oportunizou as mais variadas oportunidades para desenvolver a inteligência, percebendo assim que os seres humanos são ilimitados quando se trata do aprender.

 

Jucileide pereira Nunes Lima – professora do 4º ano da Escola Rural de Itapicuru – Irecê.

 

TEXTO DA ALUNA

 

O ABANDONO DO ZERO

 

Numa linda manhã ensolarada à caminho da escola encontrei o Zero todo desanimado, tristonho porque acreditava que ninguém gostava dele, por isso vivia isolado, discriminado por todos os outros colegas, pois era gordo, feio e não tinha utilidade.

Não tinha tempo de continuar a ouvir o Zero porque estava indo para escola e poderia chegar atrasada, mas expliquei que daríamos continuidade aquela conversa, ele compreendeu e segui o meu destino.

Quando cheguei à escola perguntei professora:

 _ Por que o Zero vive triste? Ele disse que não tem utilidade! Como assim?

A professora surpresa com a minha pergunta, respondeu:

_ Ah! É que as pessoas dizem que o zero à esquerda não vale nada, mas se não fosse ele não tínhamos como compreender um montão de coisas, a exemplo dos décimos, milésimos e , também sem ele como formaríamos os números?Como ficaria o 80 e outro mais? Ele é muito importante como os outros mais na matemática.

_ Agora entendi, ainda hoje tentarei encontrar o Zero para levantar a autoestima do pobre coitado.

Acabou a aula, fui embora, dessa vez não encontrei o Zero, fui à casa dele e estava dormindo, fiz questão de acordar para contar a novidade, que ele era muito importante na sociedade tanto quanto os outros algarismos. A partir desse dia o Zero ficou super feliz e todos os dias eu o encontrava cantarolando e me agradecendo por tudo. E foi feliz sempre!

Ana Láisa aluna do 4º ano Escola Rural de Itapicuru – Irecê.

1 comentário

  1. Carol

    ADOREI!

    Sempre achei essas interdisciplinaridades mais que possíveis!

    Os problemas matemáticos são mais um exemplo de leitura e escrita que podem trazer relações com diversos problemas do cotidiano do aluno, como economia de água e luz, partilha de bifes entre os irmãos, jogos de futebol… aliás, não há nada mais complexo para mim do que entender as pontuações dos campeonatos de futebol!!! rsrsrs

    Me explica, professora Jucileide? rs

    Parabéns professora e aluna pela criatividade!

    Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


três × 6 =