«

»

Jornal da EMOA

Finalmente saiu mais uma edição do nosso jornal. Na formatação para impressão ele está com cara de jornal, mas aqui a blogueira não aprendeu ainda como inseri-lo. Então, para partilhar com todos nossas noticias, vejam-nas abaixo.

EDITORIAL                            

Queridos alunos,

Produzir um jornal não é tarefa fácil. Produzir um jornal escolar tem peculiaridades que tornam esta tarefa ainda mais árdua, mas por isso mesmo tão gratificante chegar a mais uma edição.

Quase um ano se passou desde o último número e são muitos os fatos que merecem ser noticiados com registro escrito a fim de que se torne documento.

Iniciamos pela VII edição do Festival de Artes no qual o amor se fez presente. Mesmo quem não pisou no palco sentiu a força desse sentimento que mexe com crianças, jovens e adultos.

Mais uma vez o aluno Lucas Marques destaca-se, em algumas das várias habilidades possíveis ao ser humano e segue conquistando vitórias, tanto no atletismo como na literatura.

Cumprimentamos aos leitores usuários da biblioteca que ainda não é a maioria na escola, mas é um número crescente dia a dia. Ao professor Norato pela iniciativa de incentivar a leitura associando-a ao esporte, enfim.

Por muitas razões nossa escola está de parabéns, mas ainda temos o nosso Calcanhar de Aquiles: o IDEB que no município melhorou, mas a EMOA continua de recuperação. Avançar neste item requer maior esforço de todos. 

Aproveite a leitura dessa edição que além de boas notícias traz também a participação direta de alunos, e um poema de amor, que o tímido poeta não quis declamar no festival.

Marisa Silva e Edna Lima

VII FESTIVAL DE ARTES DA EMOA

Esse ano o festival foi realizado no dia 11/08/2012, com o tema “AMAR É… TO LOVE IS…”, que provocou uma grande explosão de amor.

Existem muitos jeitos para demonstrar o nosso amor e o festival é uma forma de demonstrar o grande amor que a EMOA tem por seus alunos.

Esse ano tivemos muitas participações especiais: os meninos do Free Step; o DJ D’ Negry; e uma muito especial foi a dos integrantes do IBS.

Mas, bom mesmo foi o espetáculo dos alunos, que são muito talentosos e fizeram belíssimas apresentações, envolvendo todos ali presentes e fazendo todos dançar, cantar e se emocionar.

Nessa edição muitos foram flechados pelo cupido, que levava mensagens de amor; os sentimentos de amor ficaram soltos no ar.

Isso só acontece no Festival de Artes da EMOA, que revela grandes talentos e dão oportunidade para suas estrelas brilharem.

Milena Nascimento Almeida – 7ª “A”.

FÓRUM DA EDUCAÇÃO

Objetivando qualificar cada vez mais a educação, o município, em parceria com o ICEP (Instituto Chapada de Educação e Pesquisa) realiza a Campanha Chapada e Semi-Árido pela Educação, evento que já se encontra na 3ª edição.

Todas as escolas do município já promoveram discussões sobre o tema em encontros por segmentos, sintetizando propostas a serem apresentadas no evento a nível municipal, que teve sua data adiada e ainda não definida.

Marisa Gomes

Programa Educacional de Resistência às Drogas

Deu-se início nas turmas da 4ª série, desta unidade escolar no dia 09 de agosto as aulas do PROERD. Este programa, que conta com a parceria polícia – família – escola, tem como principal objetivo ensinar como as drogas podem tornar as pessoas violentas e infelizes, bem como se prevenir das pressões que possivelmente influenciarão a experimentá-la.

Este conhecimento possibilitará aos amigos e familiares a reconhecerem os perigos causados pelas drogas.  “Eu acho o PROERD legal porque ensina a não fumar, não beber, a importância de não roubar, e o que eu aprendo eu posso passar para outras pessoas” – afirma Paloma Alves Gomes, 10 anos, aluna da professora Cristiane. “Eu gosto do programa porque ele fala das drogas, de que não devemos usar porque causam doenças e deixam as pessoas violentas” – Tainara de Oliveira Bastos, 11 anos, aluna da professora Denise.

Ser gestor de biblioteca não é apenas emprestar livros

Por Marisa Silva

Antes das oficinas de “organização de biblioteca” mediadas pela equipe do IBS, havia na EMOA a crença de que seria suficiente disponibilizar a alunos e professores o seu acervo bibliográfico, sem muito rigor nos registros de empréstimos, catalogação de livros, entre outras atribuições do responsável por esse espaço-patrimônio.

Sabe-se hoje que para funcionar da maneira adequada, garantindo a preservação desse ambiente e seu acervo, a biblioteca precisa de uma pessoa que possa além de passar pelas capacitações, estar de fato à disposição dos usuários, indicando-lhes bons livros, solicitando-lhes outras indicações, motivando e mobilizando eventos culturais que envolvam não apenas a leitura, mas também o teatro, a dança, enfim.

Assim como a Rádio, o funcionamento da biblioteca – de acordo com a exigência do parceiro IBS – deveria contar com o voluntariado de alunos, mas essa não tem sido uma tarefa fácil. Ainda não foi possível encontrar um voluntário com o perfil adequado e a disposição suficiente para desempenhar bem este papel.

Entretanto, neste 2º semestre a biblioteca tem funcionado nos três turnos, tendo inclusive recebido do FNDE exemplares exclusivos para a EJA. São livros da literatura de cordel, poemas, contos, ente outros.

Aumentou também o acervo infanto-juvenil com obras ilustradas dos mais diversos gêneros entre eles cordel, contos de assombração, histórias de amor, poemas e muito mais.

Não foi realizado este ano nenhum concurso e/ou maratona a leitura, mas os fiéis leitores e aqueles que mesmo obrigados pelo professor Norato tem embarcado na fantasia da literatura, não perdem por esperar!

INDICAÇÕES LITERÁRIAS

Mistério e sabedoria

O livro tem várias histórias e a que mais me chamou a atenção foi a das árvores que ninguém separava. Nela acontece um mistério com um idoso dono de várias terras e grande sabedoria. Qual será o mistério? “Árvores que ninguém separava?” E isso é possível?  Encontre as respostas nas páginas desse livro.

Contos e lendas de Macau, Alice Vieira.

Monalisa 6ªA

Romântica e engraçada

Uma história para os jovens apaixonados. Além de romântico é também muito engraçado.

 O livro traz conflitos adolescentes com os quis o leitor se  identifica.

Mariana, Pedro Bandeira.

 Ianca, 1º ano FG

Romance e suspense.

Um livro muito bom com uma história que envolve o leitor completamente. Magia, romance e suspense ao mesmo tempo.

Lenora, Heloisa Prieto

 Taiarca, 1º ano FG

 Suspense

Amo livros de suspense e pra quem também gosta este é uma ótima opção. Esse livro envolve o leitor e o convida a desvendar seus mistérios.

A droga da obediência, Pedro Bandeira.

 Naiana, 1º ano FG 

30 minutos pela leitura

Com o objetivo de despertar a vontade de ler, o gosto pela leitura como fonte de prazer, conhecimento, cultura e informação, o Instituto Brasil Solidário propõe o desenvolvimento nas escolas do Projeto 30 minutos pela leitura. A proposta foi recebida com carinho por algumas escolas do nosso município, entre elas a EMOA, Lindolfo Almeida e Comunitária.

Nessa semana tivemos 30 minutos para ler qualquer livro. Ler para os outros e escutar leituras. Nós saímos da sala, sentamos embaixo de arvores, no jardim, nas calçadas. Lemos e escutamos vários tipos de livros: informativos, suspense, romances, enfim… Muito legal!” diz Joana Lopes, aluna da EMOA, 6ª série.

 É …. campeão!!!

O aluno Lucas Marques (8ª A), mais uma vez emociona nos palcos da vida, fazendo brilhar os olhos dos expectadores com a melodia que trazia as suas palavras de menino, quando recitava o seu texto “AMOR” , que lhe deu o 1º lugar no VII Festival de Artes da EMOA 2012. “Escrevo porque me emociono ao lembrar-me de alguns livros, como “O amor e a amora”, de Lilian Pacheco, [...] onde encontrei inspiração para que a poesia realmente se relacionasse com o tema” – relata Lucas.

E no atletismo, representando o município de Lençóis e honrando a Escola Otaviano Alves, Lucas faz bonito em Barra do Mendes e conquista o primeiríssimo lugar. “Dessa vez eu recebi um troféu, porque apenas o primeiro lugar teria este prêmio; os demais, apenas medalhas. Eu concorri com seis atletas numa pista de 1 km”.

Lucas é um exemplo de que desejo e determinação são elementos fundamentais para que cada pessoa possa escrever o seu próprio destino.

 

 

 

 

 

 

Nossos Parceiros Locais

Amaury Tur – Posto Br Da Chapada – Cestão Araújo – Viva Moda – Mercadinho Nadja – Corpo De Bombeiros – Polícia Militar – Ykyy Salão – Gr Guinchos – Bike Chapada E Comércio – Contigo Materiais De Construção – Arão Júlio – Sinart – Pousada da Lourdinha


2 comentários

  1. Leonardo Leite

    Olá pessoal, fui aluno da EMOA e quero deixar registrado que fico feliz em ver que a nossa escola continua se empenhando, fundamentando a base do crescimento dos nossos alunos. Desejo que muitos de vocês vão além do lugar onde estou hoje, quero ver todos vocês na universidade e cada um realizado sempre.

    Parabéns a todo Corpo da EMOA.

  2. Esdras

    Muito Legal que a cada ano o Festival da Escola EMOA venha agradando ao público e até emocionando alguns.A ajuda para brotar novos talentos na nossa região,também é muito interessante.Desejo de coração que essa instituição venha a crescer cada vez mais.Trago muitas lembranças legais dos meus bons tempos nessa Escola.Sinto-me honrado em dizer que já fiz parte desse projeto que só vêm a trazer benefícios para a comunidade.
    Grande Abraço..
    Esdras Barbosa..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


− oito = 1